Comissão da Cultura da Paz tem contribuído muito com sugestões, para que possamos colocar em prática, leis como a da Cultura da Paz nas Escolas

A Nossa Comissão da Cultura da Paz tem contribuído muito com sugestões, para que possamos colocar em prática, leis como a da Cultura da Paz nas Escolas.

Nessas duas últimas semanas, conseguimos reunir pessoas de várias áreas – público/privado – e religiões, para que pudessem agregar com referências de seus setores de atuação.

E não poderia deixar de externar minha gratidão com a querida, Márcia Rollemberg – primeira-da do DF e gerente na Fundação João Mangabeira – e que sempre compra meus projetos.

Assim como a linda Maria Paula, Embaixadora da Paz, que se emociona e nos emociona com sua vibração positiva e engajamento social.

Enfim, todos que se propuseram a dedicar um pouco do seu tempo para fazer algo em prol da Paz… que tanto sonhamos em viver. Gratidão sempre!!!

Outro momento importante foi prestar uma singela homenagem à promotora Ana Trotta Yaryd, da Justiça Cível do Fórum Regional do Jabaquara, que faz um trabalho lindo voltado ao direito dos idosos.

Por fim, tive a honra de recepcionar e passear pela Exposição Hiroshima e Nagasaki – Fim ao Renascimento, uma travessia de Perdão e Cultura de Paz, com estudantes de uma escola pública de Brasília, que interagiram bastante com perguntas para mim e para as mediadoras.