Lei de tratamento ao agressor pode ser aprovada no Senado

Texto de PL, da deputada Keiko Ota, é acrescentado em Projeto de Lei que oferece mais um sistema de proteção à mulheres vítimas de violência doméstica

Foi aprovado na Câmara dos Deputados, na última quarta-feira (28), o Projeto de Lei 5001/16, do Senado federal, que inclui mais uma medida protetiva em benefício da mulher vítima de violência doméstica.

De acordo com o texto, um  juiz poderá determinar o acompanhamento psicossocial do agressor por meio de atendimento individual e ou em grupo de apoio.

A deputada Keiko Ota foi uma das parlamentares que apresentou um Projeto de Lei dentro desse contexto, o PL 7010/2017, e que foi apensado ao projeto aprovado na ocasião.

Seu texto entrou como um dos incisos no documento, para reforçar o quanto é importante tratar o agressor, principalmente para a segurança da vítima e para a segurança das pessoas que, futuramente, possam vir a se relacionar com esse indivíduo.

Acompanhem esse projeto que continua sua tramitação no Senado.