Seminário debate o papel da educação na promoção da Cultura da Paz

Evento promovido pela Deputada Federal, Keiko Ota, contou com a participação de representantes do MEC, da Unipaz, do embaixador do Japão e de sobreviventes da bomba de Hiroshima

Seminário debate o papel da educação na promoção da Cultura da Paz

A deputada federal e presidente da Comissão da Cultura da Paz, Keiko Ota, realizou nesta terça-feira (24), na Câmara dos Deputados, o Seminário: Promovendo a Cultura da Paz: O Papel da Educação.

Analisando a situação do País que além de estar atravessando uma grave crise de segurança pública, tem lidado com uma sociedade que está em constante busca pelo responsável de todas as mazelas que tem acontecido. A Deputada Federal, Keiko Ota, num contra fluxo, vem propor meios de combater, preventivamente, a violência física e emocional.

Por isso o interesse em trazer, através da Comissão, o tema da Cultura de Paz e a importância de envolver as instituições públicas e privadas de ensino básico e fundamental, juntamente com a família do estudante, na orientação educacional do aluno, afim de diminuir a violência dentro da escola.

Foi um debate muito rico, que nos preencheu de conhecimento, de muita emoção e generosidade.

O Representante do Ministério da Educação, Francisco Marques, apresentou os trabalhos e projetos que o MEC já desenvolvem para fomentar a Cultura da Paz nas escolas. Um deles é exatamente a especialização dos docentes para preparar os futuros educadores na mediação de conflitos;

Já o Reitor da Universidade Internacional da Paz, Roberto Crema, presenteou os participantes do evento com uma bela aula sobre a importância da Paz na vida de cada um. Como o mesmo disse: “Que devemos acender uma vela, no lugar de reclamar da escuridão”.

Aconteceu ainda o emocionante depoimento dos sobreviventes da bomba atômica: os senhores Takashi Morita, Kunihiko Bonkohara e a senhora Junko Watanabe. Os três, por unanimidade, demonstraram grande preocupação com o eminente alerta de uma nova guerra. A triste lembrança e as marcas no corpo doem, só de pensar, em todo o sofrimento que este ato pode provocar.

Que a Cultura da Paz é fundamental para transformarmos as pessoas e suas nações.

O embaixador do Japão, o senhor Akira Yamada, ressaltou sua preocupação com as armas nucleares e os sucessivos testes nucleares que a Coreia do Norte vem realizando.

É uma preocupação de todos nós, mesmo estando longe da linha da guerra. Mas sofremos com a guerra civil, que mata tanto quanto as guerras militares.

E por essa razão, para que não tenhamos que viver todas essas guerras, que a Cultura da Paz é um dos principais eixos para melhorarmos nossa sociedade.

Tão logo a Casa disponibilize o áudio da audiência, também compartilharemos com vocês, aqui.

Fiquem conosco!